Uma sociedade para ser vista como referência, deve exercer diversas condutas coerentes que diz respeito à preservação do meio ambiente, boas práticas sociais e legislações corretas. Um dos fatores que pode ser classificado como “negativo” seria se o país onde você vive, as empresas produzissem muito lixo e reciclassem pouco, ou seja, não só está poluindo o ecossistema, mas consequentemente a saúde pode ser afetada.

Por isso, no texto de hoje, abordaremos um tema mais informativo e curioso a respeito de quais são os países que produzem mais lixos e menos em suas empresas, vamos conferir?

Segundo a (WWF), Fundo Mundial para a Natureza, os principais produtores de lixo são: Estados Unidos (1 º lugar), China (2º lugar), Índia (3º lugar), Brasil , Indonésia (5º lugar), Rússia (6º lugar), entre outras regiões do Leste Asiático e Pacífico.

As regiões da Europa e Ásia Central, que hoje são a segunda maior geradora de lixo, com 392 milhões de toneladas, terá o menor crescimento relativo, passando para 490 milhões. Já América Latina e Caribe deverão passar, se nada for solucionado, de 231 milhões para 369 milhões.

Mas, porque essas regiões acima são as mais “afetadas”?

Isso se deve ao grande percentual populacional dessas localidades, por exemplo: só a comunidade asiática, acaba a ser os protagonistas principais. Outro fator que está relacionado é sobre a produção, já que é expansiva tanto para consumo próprio, quanto para investimentos e distribuições para outros países.

Apesar de possuírem meios de tratamento de lixo, os países caracterizados por altas rendas acabam a cooperar relativamente mais para o problema do lixo. Embora tenham apenas 16% da população mundial, geram 34% dos resíduos. E, mesmo nesses países, 39% dos entulhos são depositados em aterros sanitários.

Quais os países que menos produzem?

Segundo o relatório da Agência Europeia do Ambiente, a região que menos produz lixo, sendo assim conhecidos por sua excelência gestão de resíduos e não ao desperdiço, são os países europeus. Com relação ao estudo, atualmente, 35% de todo o lixo gerado nas cidades ganham vida nova e ainda geram receita: a boa gestão de resíduos sólidos da União Europeia já rende 1% do PIB do bloco. Na ponta do lápis, trata-se de um mercado que emprega 2 milhões de pessoas e rende 145 bilhões de euros por ano.

Em ordem: Áustria (1 º lugar), Alemanhã (2 º lugar), Bélgica (3 ºlugar), Holanda (4 ºlugar), Suíça (5 ºlugar), Suécia (6 ºlugar), Luxemburgo (7ºlugar), entre outros.

Quais são as soluções para reduzir o lixo gerado na sua empresa?

1. Observar o lixo

O primeiro passo a ser dado por quem pretende reduzir o lixo é observar as lixeiras da empresa. Apesar de termos o costume de dar às costas aos resíduos, é justamente o movimento contrário que nos ajuda a entender os nossos hábitos de consumo e como podemos mudá-los. O que descartamos nos dá informações valiosas sobre o que está sendo desperdiçado na empresa e o que pode ser mudado.

2. Planejar as compras da empresa

Sabendo o que está sendo desperdiçado é possível planejar de forma mais consciente as compras da empresa. Além disso, com planejamento é possível evitar comprar produtos que são poucos ou nunca utilizados e que, assim, apenas ocupam espaço e acabam, inevitavelmente, se transformando em resíduos.

3. Fazer compostagem

Em estabelecimentos que geram lixo orgânico, uma alternativa é produzir adubo a partir desse material. Para isso, basta que o empreendimento tenha uma composteira compatível com o volume de resíduo gerado ou que envie esse material para usinas de compostagem.

4. Evitar a geração desnecessária de resíduos

Diariamente as empresas geram uma série de resíduos que poderiam ser evitados, como brindes, presentes, copos plásticos, etc. Em espaços abertos ao público, vale a pena investir no uso de copos de vidro e canecas de cerâmica e reservar os copos plásticos apenas para pedidos para viagem e, mesmo nesses casos, procurar oferecer ao cliente opções biodegradáveis.

5. Reutilizar

Seguindo a lógica dos 3 R’s – reduzir, reutilizar e reciclar -, as empresas que querem reduzir lixo gerado devem buscar formas de reutilizar os materiais antes de descartá-los. Medidas simples podem fazer uma grande diferença. Por exemplo, papéis usados podem ser transformados em blocos de notas, recipientes plásticos aproveitados para armazenar objetos, pastas plásticas podem ser recolhidas e reutilizadas, etc.

6. Fazer a segregação de resíduos

Outra forma importante de reduzir lixo na sua empresa é priorizando a reciclagem. Para isso, é preciso que a empresa organize a sua área de descarte de resíduos para permitir a segregação dos materiais gerados e, assim, garantir a preservação desse material para que ele possa ser encaminhado para as usinas de reciclagem.

Gostaram das soluções? Continue nos acompanhando 🙂

Open chat
1
Olá!
Como posso ajudar?
Powered by